Carregando Post...

Siderurgia e Metalurgia

Laminação e Extrusão

Laminação 

• Objetivo

Laminação é um processo de conformação; ou seja, é o processo onde seu objetivo é a redução da espessura do metal, e também o aumento na “largura” e no seu comprimento.





Laminação 

• Motivação

A motivação nada mais é, do que os fatores mais importantes que o operador necessita saber para ter um boa realização do trabalho; assim sendo, é necessário levar em consideração dois fatores importantes: processos de laminação (tipos de laminadores); Temperatura de trabalho (tipos de laminação).

Laminação 

• Introdução

A laminação é um processo de conformação mecânica, ou seja, fazê-lo mudar de forma e esta mudança ocorre por esmagamento entre rolos giratórios em sentidos opostos.

Laminação 

• Definição 

A laminação é um processo de conformação mecânica, que consiste em deformar plasticamente* o material, ou seja, fazê-lo mudar de forma e esta mudança ocorre por esmagamento entre rolos giratórios. A pressão necessária para o que mesmo sofra esta deformação é enorme e os esforços envolvidos são de compressão. *Plasticidade é a propriedade que o material metálico tem de manter uma determinada deformação.

Laminação 

• Tipos

Existem dois tipos para se realizar a laminação, considerando-se a temperatura de trabalho a ser utilizada.

Laminação  A quente:



Parte-se de blocos maciços e espessos, normalmente de metal, onde os mesmos são aquecidos e deformados plasticamente sob altas tensões e temperaturas. Nesta etapa do processo deseja-se uma redução maior redução da espessura do bloco e por consequência obtem-se um aumento de comprimento. A laminação a quente permite uma maior deformação.

Laminação  A frio: 

Normalmente é a última parte do processo de laminação. Como mencionado anteriomente, também por compressão de rolos laminadores, comprime-se o material, só que agora a frio (temperatura ambiente, ou abaixo da temperatura de recristalização), para dar-lhe as características de resistência mecânica desejada e acabamento superficial final, com isso, consegue uma excelente superfície de laminação.

Laminação 

• Processos



O processo se dá, pelo número/quantidade de cilindros, como: Duo, Trio, Quádruo, Universal e Sandzimir. 



 Duo




É composto por apenas dois cilindros do mesmo diâmetro, girando em sentidos opostos, com a mesma velocidade periférica e colocados um sobre o outro.


 Trio



Possui três rolos dispostos na vertical, rodando os rolos superior e inferior no mesmo sentido, e o intermédio no sentido contrário. Quando o material passa pela primeira vez passa pelo cilindro superior e o médio, quando ele retorna ele passa pelo médio e o inferior.  Quádruo

É constituído por quatro rolos, montados uns sobre os outros. Dois desses rolos (os de menor diâmetro) são denominados de trabalho, e os outros dois denominados de suporte ou apoio. Pode ser reversível ou não.


 Universal

O laminador universal é capaz de produzir perfis estruturais de abas paralelas com ótimo desempenho e qualidade exigida por normas internacionais. O laminador é constituído por uma combinação de cilindros horizontais e verticais, em que somente os primeiros são motores.  Sendzimir O laminador Sendzimir possui rolos de trabalho de pequeno diâmetro; este fato permite efetuar passes de laminagem.

Laminação 

 Vantagens:

– Alta produtividade; – Controle dimensional do produto acabado que pode ser bastante preciso; – Processo primário (Matéria prima para outros processos); – Muito utilizado; – Alta resistência e excelente tenacidade;

Laminação

Desantagens:

– Vazios originados no seio do metal podem causar enfraquecimento da resistência mecânica. – Gotas frias são pingos de metal que se solidificam e permanecem no material formando defeitos na superfície. – Trincas aparecem no próprio lingote ou durante as operações de redução que acontecem em temperaturas inadequadas; – Dobras são oriundas de reduções excessivas em que um excesso de massa metálica ultrapassa os limites do canal e cai sobre recalque no passo seguinte; – Segregações acontecem pela concentração de alguns elementos nas partes mais quentes do lingote, geralmente as últimas a se solidificarem, podem acarretar heterogeneidades nas propriedades como também fragilização e enfraquecimento de secções dos produtos laminados.

Laminação

• Conclusão 

Concluímos que a laminação também pode ser considerado um processo de fabricação, onde o metal é exposto a forças maiores vindas de cilindros giratórios em sentidos opostos. Para se obter um bom processo de laminação, é necessário levar em consideração dois importantes fatores (Processo de laminação e a temperatura de trabalho). A laminação nunca é feita de uma única vez, ou seja, o metal é passado diversas vezes pelos laminadores, a fim de que o perfil ou chapa adquiram ou formato, ou espessura adequada para o próximo uso.





Laminação 
• Bibliografia - Apostila SENAI (Aprendizagem Industrial) TMC 1 – Mec. Usinagem. 

Laminação 
• Elaboradores Nome: Lucas Santos Lamon Roncarle T2C T2C

Professor: Ronaldo SENAI “Conde Alexandre Siciliano” Jundiaí


Comentários

Deixe um Comentário

Posts Recentes

12/Julho/2017

O que é SPAM e como...

12/Julho/2017

Características e...

Categorias


Onde estamos ? clique no mapaFechar Mapa

Entre em Contato com a Proeminente

Escreva para nós, vamos trocar algumas ideias!

Telefone

(00) 0000-0000

Email

proeminente@proeminente.com.br

Localização

Rio de Janeiro